-->

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Acabou-se o jardim...


Atrás de mim já não tem mais nada!

Acabou-se o jardim. Ou quase. O marido e os filhos arrancaram verdadeiras árvores da jardineira. A cheflera tinha uma raiz que "caminhou" fazendo até a curva da jardineira lá trás no fundo da foto! Impressionante! E o estrago? Trincas por todo lado que foram devidamente calafetadas e já testadas com as chuvas, tempestade e temporais desse fim de ano. Salvamos o jasmim para um vaso bem grande e uma pitangueira também. A outra pitangueira vai para o lote do nosso vizinho. Ele adorou! Ela deve ter sido obra de passarinhos e morcegos porque eu só plantei uma! A terra estava literalmente morta! Nem uma minhoquinha para contar a estória. Vai pro vizinho também que quer segurar um muro que a chuva quase levou. Só ficamos um pouco devassados porque as plantas nos escondiam dos prédios, mas... paciência. Vamos comprar muitos vasos com rodízios embaixo e "passear" com as plantas pelo terraço!

Conselho meu: quem tem terraço no apartamento nunca, jamais, em tempo algum construa uma jardineira. Plante tudo o que quiserem em vasos porque raiz e água tem uma força sutil, sorrateira, traiçoeira que, quando nos damos conta, o estrago está feito: adeus impermeabilização e como vai dona goteira!

2 comentários:

Sitio da Gaia disse...

Ah, fiquei triste com isso. No meu quintal plantei imbaubeira, árvore de lugares úmidos da Amazônia. Ela cresceu tão linda.No final do mes veio um vento forte e ela quebrou no meio vindo a cair sobre o telhado do gatil. Mas nada demais aconteceu. A força do galho foi amenizado por outra árvore - ingazeiro. Estou quase acreditando que se você conversar com as proximas plantas elas vão ficar mais comportadas, não te causando problemas. Assim espero, porque é tão lindo ver que as pessoas cuidam das plantas, que as querem por perto, e este ato faz com a cidade se torne mais verde, mais sensível, por tornar as pessoas assim
Espero a tua visita no sitiodagaia-gaia.blogspot.com

Pema Lodrön disse...

Não, não não! Eu estou só cuidando para que elas não causem infiltrações. Todas sem exceção estão sendo migradas para vasos grandes, alguns até maiores que a jardineira que é longa, mas estreita. Lembre-se que uma sheflera pode virar uma árvore. Ela virou, mas foi devidamente podada e colocada num vaso. Longe de mim não cuidar do nosso planetinha. "Um pé de quê!!!" Vou no seu sítio sim! Beijos!

Postar um comentário